• Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram

©2019 by A Rigor | Online, SPA & Academia de Grooming

Buscar
  • A Rigor Academia

UNHAS: O QUE PRECISA DE SABER!


Para além de uma alimentação saudável, também os cuidados de higiene desempenham um papel muito importante na qualidade de vida dos seus animais. Apesar de eles usufruírem em pleno dos seus sentidos, são os nervos sensoriais das patas que detectam a textura, a temperatura e sobretudo a firmeza do solo onde se encontram, capacitando-os para a detecção de riscos eminentes com mais facilidade.


Independentemente de acharmos que o nosso animal está em segurança, o seu instinto é de estar sempre alerta e na defensiva em caso de risco. Instinto esse que devemos respeitar para a sua própria segurança e bem estar.


Recorde-se de situações em que foi passear com o seu cão para um lugar diferente do normal ou até em casa quando ele sobe para cima de um cobertor ou de uma superfície que lhe é estranha, o que é que eles fazem? Colocam primeiro as patas muito ao de leve no terreno que estão a pisar até perceberem se é ou não seguro prosseguirem o seu caminho. Esta é a maneira que eles têm de entender o espaço em que eles se encontram.



Mas afinal, o que é que umas unhas bem cuidadas e cortadas tem a ver com o bem estar do meu patudo?


Passamos a explicar:


Certamente já ouviu todo o tipo de opiniões sobre o corte das unhas. Há quem seja completamente contra e inclusive refira: "Na natureza ninguém vai cortar as unhas aos animais e eles estão capacitados para fazer esse trabalho sozinhos."


Há quem defenda que se deve cortar apenas de vez em quando, se já estiverem muito grandes; e até que apenas as unhas brancas devem ser cortadas pois as pretas não é necessário. Isto devido a ser mais difícil de detectar a distância entre a unha e o sabugo do animal, causando algum receio de deitar sangue e magoá-lo.


No entanto, todo o cão, independentemente da cor ou feitio das unhas, deve ter as unhas cortadas. Exemplificamos em baixo, alguns dos problemas associados ao seu patudo ter as unhas grandes, e/ou, mal cortadas:


1. Perfuração das almofadas e infeções :


Por vezes a unha cresce de tal forma que começa a encaracolar e por vezes, chega mesmo a perfurar a pele e até mesmo a almofada. Isto poderá desencadear uma infeção, que para ser tratada será necessário recorrer a antibióticos e sabe-se lá a que mais medicação.


2. Problemas dermatológicos causados por coçarem a sua pele com as unhas:


Ao coçarem-se com as unhas mal cortadas, em formato bicudo ou até mesmo na diagonal, podem facilmente ferir-se e originar algum problema associado a bactérias que possam estar presentes na unha.


3. Problemas de postura:


Pode reparar que, muitas das vezes, por terem as unhas demasiado grandes, a postura do seu patudo a andar ou simplesmente estar sentado, muda. As unhas grandes fazem com que haja, de uma forma forçada, um desvio da pata para o lado e as almofadas poderão também acompanhar este desvio. Infelizmente, muitas das vezes estas posturas incorretas, além do mau estar, trazem problemas de cotovelos e até mesmo de ombros. Sendo por vezes necessário intervenções mais complicadas.


4. Perda de equilíbrio:


Ao terem posturas incorretas, e de não terem as patas devidamente assentes no chão, podem ocorrer alguns problemas de equilíbrio, fazendo com que o patudo tenha um andar desproporcional e incorreto. É muito importante que o animal tenha um bom contacto entre as patas e o chão, de forma a garantir que ao longo da vida mantém uma postura e tração correta que irá ajudar a manter a sua estrutura óssea também mais saudável.


5: Em casos de animais mais idosos, artrite:


Ao facto de terem uma postura incorreta, junta-se a idade avançada! Com o passar dos anos, tal como nós humanos também temos, os patudos passam por processos de desgaste ósseo. As unhas demasiado grandes, ao forçarem os ossos da pata a desviarem-se para o lado, pode provocar artrite. Isto deve-se ao facto de estarem mais susceptíveis a problemas e condições de saúde.



Aconselhamos sempre a visita a um profissional para que fique com a certeza que as unhas vão ficar bem cortadas e sem qualquer tipo de problemas. Não deixe de cortar as unhas do seu animal independentemente da cor ou de qualquer outro motivo que para si, pode parecer de pouca importância, mas para o seu animal, pode ser um dos factores principais de bem estar.




A cor das unhas


Sejam brancas ou pretas, toda a unha é igual, e todas elas têm sabugo. A dificuldade que persiste em todos aqueles que as cortam, é de facto a possibilidade que esta vir a deitar sangue.


Qual a diferença das unhas pretas para as unhas brancas?


A diferença é simplesmente a cor! Porquê? Porque é mais difícil de perceber onde começa e termina o sabugo da unha. No entanto, todos eles têm o mesmo tamanho, basta ter atenção ao processo de corte e fazê-lo tal como foi feito na unha branca. O sabugo tem vasos sanguíneos sensíveis que sangram quando não são devidamente cuidados e cortados.


No entanto, quanto mais tempo deixarmos a unha crescer, maior se vai tornar o sabugo, e mais difícil se vai tornar de perceber onde começa e acaba a unha. O objectivo é ir cortando aos poucos de forma a que o sabugo não acompanhe o crescimento da unha e se torne mais fácil de cortar sem sangrar.


Apesar de os cães se adaptarem com bastante facilidade a todo o tipo de condições, o

facto é que independentemente da raça do animal, da idade ou da cor das unhas, todos eles

sofrem dos mesmos problemas.


Já para não falar na perspectiva do dono, pois unhas devidamente cortadas previne também menos estragos nos seus bens pessoais como sofás, móveis, paredes etc. Por isso esteja sempre com atenção as unhas do seu cãopanheiro, e juntos sejam felizes!

Escrita: Rita Brilha Edição: Sofia Santos Direcção de Conteúdo: A Rigor Academia

310 visualizações